The Real One

image

Caro Dr.Solano!

Os últimos  acontecimentos foram muito marcantes,por terem resgatado uma quantidade de boas lembranças do período da longa adolescência  e início  das nossas atividades acadêmicas,ha mais de trinta anos…
Certamente nosso amigo Norton, the real one, já faz parte do querido Instituto e vem contribuindo com as mais divertidas histórias,compartilhando sua trajetória pessoal de luta diaria pela construção  da felicidade!
Neste caminho pontilhado da vida, nos aproximamos para dizer
que sim, tudo foi verdade…
Vivemos toda sorte de momentos, criamos possibilidades que nos lançaram ao mundo tão  grande e pequeno como Passo Fundo…
Acho que é algo que começa aos cinquenta…to old to rock and roll, but too young to die…
Mesmo da distante Salamanca,sei que vai sorrir ao lembrar da figura!
Um forte abraço
Dr.Antonio

Ele sempre será culpado

image

Dr.Antonio

Escrevo em prol do amigo Norton!
Fomos colegas no antigo grupo escolar Protasio Alves e depois no curso de medicina. Hoje, acompanhando o desenrolar deste caso e posso afirmar que o Sr.Duro sempre foi culpado…
Eu mesmo sofri as conseqüências  e por sorte  aprendi a lição.
Erá  uma época de tirar onda na cidade vizinha de Getúlio Vargas, coisa  que os meninos  de lá  não gostavam!  E naquele  sábado  depois de passear  e paquerar as meninas na praça,paramos para um refresco.
Foi o davio quem viu o alvoroço se formando…
_eles tão  pegando pedra…
_deixa disso davio, vamos conversar  com eles. .
_então  vai lá  e explica, Santhiago!
E eu fui… só  quando levei o primeiro soco me dei conta que não  haveria diálogo!
Quando corri,vi o davio fechar  a porta do fusca do mauro…
Corri pela minha vida,sacudindo os braços e gritando socorro…
Só  pararam depois de duas quadras…
Quando perguntei por que?
Pra tu deixar de ser bobo….
Ele sempre vai ser o culpado!
Abs
Santhiago

Retratação

image

Querido Norton….

Lamento ter dado crédito ao email que recebi,com conteúdo  triste e solitário.
Por sorte ou acaso,estava em Passo Fundo, fui buscar o único,que poderia ter tanto conhecimento das aventuras da adolescência. E lá estava ele, o Sr.Duro…com o riso contido e espirito livre, um transgressor!
Fui enfático na exigência de retratação e ele próprio vai organizar um encontro, com harmonização de vinhos e costeletas de cordeiro,como forma de saudar o reencontro de sobreviventes.
Um forte abraço…
Dr.Antonio

Antagon

image

image

image

Caro amigo Polita!

Não sei se tu ainda lembra, mas  eu não esqueço de todas aventuras que vivemos no verdes anos!
Há  muito tempo que te procuro pelas redes sociais e nada.Quase não  vou a Passo Fundo e a vida me levou pra muito longe daquilo que eu imaginei como felicidade!
A foto tua, encontrei no meio de velhos discos de vinil, pra ser exato, estava no disco do Rush,Fly by night, registro da viagem a Morro dos Conventos, de carona, mochila e barraca!
Janeiro de 1979…
Hoje aos cinquenta anos, sou um tipo de figueira seca!  Não  tive filhos e as mulheres que amei, me deixaram por não  querer este compromisso. Por ironia sou pediatra! Meu egoismo atrapalha minha vida social,sou um velho chato e cheio de manias!
Não  gosto de esportes, leio muito pouco, não vou ao cinema e muito menos ao teatro!
Detesto política e parente para  mim são  meus dentes!
Amizades, só  do passado, como
Tú, nata, davio, zuzi, falcão e glenio!
Meu refúgio é a música…vivo nos 70,80 e 90 nada mais!
Eu, continuo de cabelo longo, não fiquei careca como apostaste no verão  de Laguna!
E tú?
Abraços.
Norton

Day hospital

image

Dr.Antonio

Fiquei pensando sobre nosso último diálogo, a respeito de contar com as próprias pernas!
Eu ainda me recupero da cirurgia do joelho, caminho de muletas, qualquer distância é longa!
Contando com apoio  dos mais próximos,esperei pela bendita carona…
Pai,  vou dormir na juju…
Ok, mas amanhã  tenho consulta com o médico  as  8hs!
Fica  tranquilo que 6 e 45 estou em casa…
Esperei com paciência,lembrando  do dia da minha cirurgia. A cama de aço  inox, fria, eu nú, o barulho metálico  dos instrumentos cirúrgicos  e a voz do anestesista dizendo  pra eu ter calma que tudo ficaria bem…
Vou pegar um acesso e o frio vai passar…e foi assim!  Enquanto  ele injetava na minha veia, um calor agradável  tomou conta do meu corpo, já  não  sentia mais temor, estava feliz! O tempo parou e perdi a capacidade  de diferenciar imaginação e realidade! Quando voltei a mim, estava no quarto!
Foi uma ótima  idéia  marcar com um X o joelho que deveria  ser operado!
Estou de volta!
abs
Dr.Andre