Futuro

Posicionamento.

Nós,do Instituto Felipe Neri,atentos com o resultado do censo de 2010,estamos procurando estabelecer novas articulações,que possibilitem um melhor atendimento aos idosos,com olhar médico,psicológico e social.
Hoje,estarei entrando em contato com uma importante autoridade,que trabalha com políticas públicas de saúde,para iniciar o projeto Felipe Neri\  Time is on my side!!
Dr.Antonio

O vento é constante

Resultados de Fortaleza!
Caríssimo Dr.Andre

      A despeito da precariedade das instaloções do local do evento,mais uma vez a prospecção de novas idėias foi satisfatória.Os Diálogos no Campus da Universidade Federal do Ceará foram de grande relevância para os propósitos do Instituto Felipe Neri.
      A tarefa de convencimento será das mais difíceis e teremos o Tempo como aliado,pois  não corremos contra ele e sim com ele….
      As estratégias adotadas pelos colegas,José,Guimaraes e Torres foram diversas daquelas do encontro de Gramado.Infelizmente o Dr.Torres tambem passa por conflitos pessoais que aumentaram em muito sua ansiedade basal,e foi necessária a intervenção precisa do Dr.José,que excelente farmacologista,existencialista e sem vergonhas…manejou de forma brilhante uma crise fóbica,das mais graves!!
      Como de costume vou alongar minha estada mais um dia,entender as despedidas,e suas consequências fazem parte da minha jornada!
       Espero que sua volta seja tranquila e que o bom humor,bondade sigam ao seu lado.
um abraço
Dr.Antonio

Início

A Casa Felipe Neri…
Localizada em Formello,um simpático burgo medieval,na provincía de Roma.
Ali,foram iniciados os estudos sobre a importância do tempo,bom humor,bondade.
A Sra.Griffee,foi nomeada Secretária Geral.

cartas

Dr.Andre!
Depois de um início atribulado,consegui realizar uma tarefa,digna de um desafio de fé!
Perdi um bloco provisório de um dente molar!!!
Ou pré molar,dosen’t mind!
Rápidamente estabelici como atitude terapeutica,buscar por boas idéias!!
Consegui um  atendimento no ambulatório da faculdade de odontologia da u.f.ce.,Dr.Claudio,professor,rapidamente solucionou meu problema,mesmo,em meio a situações de preceptoria,de caráter imprevisível!!
Desde já os meus agradecimentos ao Professor,DoutorClaudio!!
por enquanto…
abs.
antonio

cartas

Dr.Andre
Sinto muito pelos problemas que tem sido parte da sua vida.
Infelizmente,algumas coisas são irreversíveis e entre tantas perdas,ficarão lacunas não preenchidas.
Não creio também,que eu possa dizer alguma coisa que possa servir de consolo,mas desde já,me solidarizo e estou pronto a ajudar no possível.
Por certo o trabalho pode mostrar caminhos mais serenos.
Os preparativos para o congresso de Fortaleza estão adiantados e conto com sua presença no symposium sobre o TEMPO.
sem mais,
um forte abraço.
Amtonio.

cartas

Dr.Antonio.
Hoje,depois de muitos dias de escuro,acordei com mais clareza nos meus pensamentos.Tive um sonho,que terei prazer em compartilhar,no qual pude interpretar a tristeza da despedida,e a repetição suscessiva deste gesto,ao longo da vida.Menos romantico e mais pragmático,tenho conseguido superar meu luto.
Infelizmente não pude terminar nossa pesquisa sobre a evolução minimalista,mas estarei atento aos colegas que estarão debatendo este tema em Fortaleza.
Tive noticias que algúns bruxos se farão presentes.
abraços.
Andre

Meu amigo Dr.Antonio!

Somente ontem dia 23de outubro pude ler sua carta.Sinto muito pela demora em responder.
V vida tem sido difícel e as dúvidas sobre os caminhos futuros,que envolvem a familia e o trabalho,passaram a ser uma constante no meu dia a dia.Meus filhos ja estāo em uma fase,que já me deixou há muito tempo,e junto com esta fase,foram as ferramentas que permitiam os ajustes finos,sobre o bom humor,responsabilidae,independência e capacidade de compartilhar momentos de felicidade.
Porém,hoje ao ler o breve relato do seu paciente M,percebi que o antagonismo elvolucionista,poderia aproximar o pensamento religioso(criacionista),com a ciência,tāo bem representada por São Tomé!
Para enriquecer este novo seminário clinico,apresentarei o relato do “aborígine urbano”,que esta entre nós há mais de 20anos.Ontem mesmo,ao passar pela rua Humáita,pude velo,encostado em uma das árvores do canteiro central…como sempre,com sua habilidosa defesa de camuflagem!
Nestes últimos anos tenho vivido imerso em um oceâno de trabalho.Muitas vezes um estrangeiro em meu própio lar,confesso que estou cansado e assustado com a possibilidade de estar deprimido!
Pensei em usar algúns dos inúmeros fármacos disponíveis,mas,decidi aproveitar este momento de tristeza e melancolia,para amadurecer meus pensamentos sobre Deus,doença e morte!!
Tenho utilizado o caminho dos sonhos e ficaria satisfeito em poder compartilhar com Sr. estas reflexões.
Um grande abraço.
Andre

M

M.
Hoje,depois de 20anos que o conheci,segue com o mesmo biotipo,longelínio,perdeu alguns dentes,e vive por opção nas ruas do Rio de Janeiro.Tomou esta decisão após perder sua esposa,era o ano de 2000, sofria de bronquite asmática,durante uma crise,desenvolveu uma pneumonia e levada ao hospita Rocha Maia,faleceu.Deixou de pagar condomínio,iptu.Viveu as turras com a síndica do prédio,até ter seu apartamento, leiloado. Com o restante do dinheiro,comprou teclados,celulares,impressoras,computadores,máquinas fotográficas,mulheres, sempre negras e com atratativos que somente ele percebia.Deixou de lado a familia que restava,sua mãe,irmã e irmão.Nas ruas,descobriu onde conseguir comida,como fazer uma cama de papelão,conheceu os tipos que vivem na madrugada de copacabana…
M. é funcionário público,aposentado por invalidez.Não faz tratamento com psicofármacos,por escolha própria e mesmo com um diagnóstico de transtorno delirante persistente,consegue estabelecer vínculos,os quais possibilitam a continuidade do nosso relacionamento.

cartas

Caríssimo Dr Andre!

Escrevo poucas palavras,por que sei que seu tempo é precioso.Venho colhendo material de algúns pacientes e sei que seriam importantes,para a complementação do seminário Diálogos Clinicos,o qual será realizado no Instituto Felipe Neri.
Trata se do paciente M. que tem mostrado ao longo destes 20anos,uma capacidade de preservação física e mental,mesmo sem usar os medicamentos que teoricamente seriam adequados,para um quadro delirante paranóide persistente.
Creio que este caso singular,tenha uma correlação com o enxadrismo,que ele joga de forma espetacular.
Ficarei muito satisfeito se no próximo encontro científico,este material seja avaliado.
Sem mais,um abraço cordial.
Antonio

O Tempo

Chrónos e Kairós…
“o tempo é a substância do que sou feito…
é um rio que me arrasta,e eusou o rio.
é um tigre que me destroça e eu sou o tigre.
é um fogo que me consome e eu sou o fogo…
o mundo é desgraçadamente  real,
eu desgraçadamente sou Borges….
o tempo mensurável e o tempo de deus…
o tempo e o eu.
A proposta inicial é provovar a valorização máxima do tempo de vida.